Finanças Pessoais

Ambientes de aposentados

Observe as figuras acima. Quem não quer se aposentar e curtir esses ambientes? A menos que tenha nascido rico e que não tenha perdido seu dinheiro, você tem que construir essa tranquilidade ao longo de sua vida de trabalho.
Envelhecimento e aposentadoria. Hora de curtirmos o que conquistamos e construímos em nossa vida. A demografia mostra, as pessoas estão ficando cada vez mais velhas, vivendo mais. Não é uma ótima notícia? Claro que é. Mas para termos uma terceira idade com tranquilidade precisamos elaborar e cumprir um planejamento ao longo de nossa vida que leve em conta vários aspectos. Ficou interessado em saber como? Continue comigo.

Se preferir, assista ao vídeo:

Criação da riqueza pessoal - modelo

 decarro

Essa é uma dúvida que tem incomodado, cada vez mais, grande número de pessoas, principalmente nas grandes cidades. Congestionamentos, dificuldades para estacionar e outros inconvenientes têm levado muitas pessoas a pensarem em deixar o carro em casa e chamar um táxi. Vale a pena? Em artigo anterior discutimos nesse espaço a metodologia para se calcular o custo mensal de um carro. Consulte o artigo: “Quanto custa seu carro por mês, você sabe?”.

corvetenovo, muitas vezes, é a realização de um sonho, uma conquista, recompensa de esforços pessoais. Diferentemente de uma casa ou apartamento que dura uma vida inteira e ainda deixamos como herança para os filhos, um carro fica velho e, algum dia, precisamos trocá-lo por um mais novo.

aposentaO que você vai ler aqui poderá deixá-lo preocupado!

Há uma boa notícia no ar: poderemos ter uma vida maior do que pensávamos há alguns anos atrás. Esse “bônus de vida” é um excelente presente que estamos ganhando. Quem não quer viver mais? Porém, como tudo na vida, existe o outro lado da notícia: se não estivermos preparados, poderemos envelhecer sem qualidade de vida. Nesse caso, em vez de um bônus, poderemos estar criando um ônus para familiares. Como criar condições para aproveitarmos a aposentadoria com qualidade de vida? Continue comigo para discutirmos isso. No final, gostaria muito de ver sua opinião sobre este assunto. Conto com seu comentário.
(Praça dos aposentados)

mbO carro é bonito, mas o juro de 0,64% ao mês é real?

No ultimo fim de semana, folheando um jornal, encontrei o anúncio abaixo. Por curiosidade, resolvi conferir as condições financeiras para verificar se o juro é realmente de 0,64% ao mês. O anúncio estabelece as seguintes condições:
• Preço à vista: R$ 128.900,00;
• Entrada mínima de 50%, no valor de R$ 64.450,00;
• Número de prestações igual a 24;
• Valor da prestação, incluindo IOF e TC, igual a R$ 3.047,22.
Quer saber qual é a taxa real do financiamento? Continue comigo.

art9Nas palestras que ministrei sobre “Gestão de finanças pessoais” no programa “10.000 Mulheres” do Banco Goldman Sachs, conduzido pela Fundação Dom Cabral, eu notei o enorme interesse das pessoas sobre um método de planejar e controlar os gastos pessoais e familiares, buscando com isso o equilíbrio das contas e, melhor ainda, a produção de superávits para a construção da riqueza pessoal.

art10Essa é uma pergunta que escutei dezenas de vezes ao longo de meus 42 anos de magistério. Se olharmos as estatísticas, veremos que a cada ano em torno de 10.000 pessoas acumulam mais de 1 milhão de dólares em bens no Brasil, excluindo a casa própria. Não há aqui uma estatística mostrando quantos assalariados estão nesse grupo, mas se olharmos para as estatísticas dos EUA, podemos imaginar que um número razoável dos novos milionários são assalariados. Evidentemente que não é fácil atingir essa marca, mas conheço muitas pessoas que conseguiram. Quer saber como? Continue comigo no "Leia mais".

 

Acumular 1 milhão de dólares em investimentos financeiros, além da casa própria, é um feito memorável e que depende da quantia que a pessoa consegue poupar por mês. Muitas pessoas podem poupar um valor pequeno e elas podem estar se perguntando: qual é o milagre que vou conhecer agora?

Não há milagre, apenas você verá que acumular dinheiro é consequência de dois fatores: o valor que pode poupar por mês e o tempo de vida que dedicar à acumulação. Se você pode poupar um valor pequeno por mês, evidentemente gastará mais tempo para acumular um capital que lhe dará tranquilidade da velhice, mesmo que não alcance um milhão de dólares.

No entanto, eu conheci várias pessoas que, mesmo trabalhando toda a vida como assalariadas, se aposentaram na condição de milionárias. Qual é o segredo delas? Curioso, decidi investigar essa questão. Descobri que a fórmula não é complexa e pode ser resumida em uma frase: estilo de vida adequado e orientado para a construção de capital, sem perda do prazer de viver.


Podemos imaginar que, conciliar esses dois objetivos, construção de riqueza e ter o prazer de viver, não é uma tarefa fácil. Afinal, um assalariado somente poupa se deixar de consumir. Mas o segredo está na qualidade do consumo. Ninguém fica rico somente porque quer. É preciso ter uma filosofia de vida voltada para a riqueza.


Mas antes de prosseguir, quero compartilhar com vocês uma pequena lição de vida que ganhei uma vez. Quando meus avós se mudaram para Belo Horizonte, trouxeram uma empregada, Amélia, que era viúva com duas crianças pequenas, algo como 6 e 5 anos: Pedro e Alexandre.Moravam num barracão no quintal da casa de meus avós. Eu, adolescente, sempre que ia visitar meus avós, gastava um tempinho jogando bola com as crianças no quintal. Os anos se passaram, meus avós faleceram, cada um seguiu seu caminho, até que após muitos anos encontrei a Amélia numa avenida no centro de BH. Já nos sessenta anos, uma morena bem vestida e elegante, com seus cabelos grisalhos. Após os cumprimentos, começamos a atualizar as notícias. E o Pedro? Ela respondeu: Se formou em Engenharia Civil e hoje comanda uma obra na Bolívia. E o Alexandre? Graduou-se em Advocacia, fez concurso e hoje é delegado no Sul de Minas. Demonstrei minha admiração: Amélia, como você conseguiu isso tudo? Eu não disse explicitamente, mas ela entendeu que havia uma continuação da frase: “como empregada doméstica”. Nessa hora, ouvi uma frase que me deixou sem resposta: Eduardo, você não sabe o que consegue um pobre com ambição! Precisa dizer mais?

No próximo artigo "A construção da riqueza - filosofia pessoal", vamos começar a detalhar essa filosofia de vida que leva as pessoas a acumularem riqueza. Até lá.

Obs.: Você encontra a continuação deste artigo na Seção "Artigos" - Categoria "Finanças Pessoais"

 

art11Nosso blog foi brindado com um interessantíssimo trabalho jornalístico, publicado em um site do Rio de Janeiro, que trata da criação da riqueza pessoal com base em artigos publicados aqui. Acessem o link abaixo e aproveitem os ensinamentos da jornalista Thereza Christina Pereira Jorge.


Uma aula d+ de Economia

A habilidade de controlar o que é controlável e de não se afligir com o que não o é.” Como diz o poeta, “a graça da vida está no inesperado”. Convivemos com a incerteza em tudo o que fazemos e, por isso, todas as nossas decisões apresentam um grau de risco. Principalmente, as decisões financeiras.

© 2016 DICAS DO PROFESSOR LEOPOLDINO - Todos os direitos reservados.

Search