Evite as armadilhas dos anúncios com juro baixo

mbO carro é bonito, mas o juro de 0,64% ao mês é real?

No ultimo fim de semana, folheando um jornal, encontrei o anúncio abaixo. Por curiosidade, resolvi conferir as condições financeiras para verificar se o juro é realmente de 0,64% ao mês. O anúncio estabelece as seguintes condições:
• Preço à vista: R$ 128.900,00;
• Entrada mínima de 50%, no valor de R$ 64.450,00;
• Número de prestações igual a 24;
• Valor da prestação, incluindo IOF e TC, igual a R$ 3.047,22.
Quer saber qual é a taxa real do financiamento? Continue comigo.


mb2









Com uma planilha de Excel, rapidamente achei uma taxa bem diferente, conforme você
mb3
pode conferir na figura ao lado. (A planilha se encontra no link no fim dessa nossa conversa, caso queira aproveitar para analisar outro financiamento.)
A taxa real obtida é de 1,037% ao mês. Nesta taxa, além do juro, estão incluídos os custos que o cliente assume pela decisão de fazer um financiamento: IOF e TC.
Se calcularmos a prestação com a taxa 0,64% (sem imposto e taxa de crédito), encontramos R$ 2.905,50. Assim, o custo mensal incorrido para contrair o financiamento é:
3.047,22 – 2.905,50 = 141,72
Multiplicando por 24, encontramos o custo total assumido pelo cliente pela decisão de fazer um financiamento:
141,72 x 24 = 3.401,24
Contrair um financiamento é uma decisão cara. Nesse caso, 5,3% do valor financiado.
Há um erro!


mb4

Porém, eu ainda não estava satisfeito, porque há um erro neste cálculo. Se a concessionária oferece um bônus de R$ 8.000,00 para o comprador, o preço real à vista do carro é de R$ 120.900,00.
Como a entrada mínima obrigatória é de R$ 64.450,00, o valor real financiado é de: 120.900,00 – 64.450,00 = 56.450,00.
Com a mesma planilha de Excel, encontramos (figura ao lado):

Se o comprador não quiser ou não puder comprar à vista, terá que assumir o financiamento. Mas, pelo menos, ele vai assinar o contrato sabendo que o juro real é de 2,18% ao mês, ou seja, 29,5% ao ano.
Observe que a taxa nominal de juro, no caso 0,64% a.m., é apenas um ponto de partida para os cálculos. Há pessoas que têm o hábito de contrair financiamentos, mesmo tendo dinheiro para pagar à vista. Muito vendedores, inclusive, utilizam esse argumento: “mantenha seu dinheiro aplicado porque nossa taxa é inferior ao rendimento que você obtém”.
Espero que você não tenha esse hábito. Ao longo do tempo, essas pessoas transferem muita riqueza para os financiadores!
Para outros cálculos, acesse a planilha de Excel:
Mercedes B200- calculo do juro real

© 2016 DICAS DO PROFESSOR LEOPOLDINO - Todos os direitos reservados.

Search